sexta-feira, 20 de julho de 2018

Pai é acusado de abusar sexualmente e matar bebê de 51 dias

Uma jovem identificada como Nathalia Carneiro de Oliveira e o companheiro dela,um adolescente não identificado, estão sendo acusados de ocasionar a morte da própria filha, uma bebê de 51 dias, encontrada morta com sinas de agressão no início do mês no município de Dom Pedro, no estado do Maranhão.
Nathalia Carneiro de Oliveira (Crédito: Polícia Civil-Maranhão )

O delegado substituto da regional de Presidente Dutra, João Marcelino, informou que a conclusão do inquérito policial sobre o caso apontou que a bebê, de nome Heloísa, tinha lesões nos órgãos sexuais. A informação corrobora com o testemunho dado por um vizinho que denunciou abuso sexual contra a recém-nascida.
“Foi constatado pelo laudo pericial que havia lesões nos órgãos sexuais da criança e múltiplas lesões. Uma testemunha também disse que viu o pai colocando um cotonete no órgão sexual da criança e essa criança chorando”, afirmou o delegado.
Os dois suspeitos pela morte da criança foram presos ainda no dia 02 de julho. A mãe foi indiciada por homicídio qualificado, tortura e encaminhada para o Presídio Jorge Vieira, na cidade de Timon.  O pai, menor de idade, foi apreendido e transferido para um Centro de Juventude na Capital São Luís.

Fonte: Meio Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja mais