terça-feira, 3 de julho de 2018

Pai é preso suspeito de estuprar a própria filha de 15 anos no Piauí

Um homem foi preso nesta terça-feira (3) suspeito de estuprar a própria filha de 15 anos, na cidade de Altos, Norte do Piauí. Segundo a Polícia Civil, o mandando de prisão se deu após ele descumprir as medidas protetivas de afastar do lar e aproximar da menor, além de ameaçar de morte a adolescente caso ela não morasse em sua companhia.
De acordo com relatos da vítima à polícia, o suspeito é separado da mãe da adolescente e que aproveitava o momento da companhia da filha para praticar os abusos. A vítima, juntamente com a mãe e o Conselho Tutelar, procurou a delegacia em dezembro do ano passado e relatou os abusos praticados pelo próprio pai, inclusive vindo a manter relação sexual com ele.
"A adolescente relatou que os abusos aconteceram de junho a novembro do ano passado, quando ela tinha 14 anos. O pai ia até o quarto dela para pegar nas suas partes íntimas. Com o tempo, ele a levou até a casa da sua avó e manteve relação sexual com ela", relatou o agente Pedro Santana, do 14º Distrito Policial.
Diante do depoimento, a Polícia Civil solicitou exames de conjunção canal e de psicólogos, que confirmaram o estupro. Conforme o agente, o pai negou o abuso e alegou que a adolescente inventou a história porque ele proibiu a filha de namorar e ela teria se revoltado.
"Já a adolescente contou que o pai começou a ter ciúmes dela, depois que eles mantiveram relação sexual. Na época, a mãe confirmou a mesma história e várias testemunhas foram ouvidas. O pai foi indiciado pelo crime de estupro e a juíza de Altos determinou medidas protetivas de urgência, como afastamento do lar e proibição de aproximação da menor", informou o agente.
De acordo com o policial, mesmo com a determinação de não se aproximar da filha, o pai continuava indo na casa e inclusive ameaçando a menor para ela mudar o depoimento. A vítima chegou a ir na delegacia com a mãe, mas ao perceber o nervosismo, o agente chamou o Conselho Tutelar, e descobriram que ela estava sofrendo ameaças.
"Ele ameaçou de dar um tiro e quebrar o pescoço da filha, caso a mesma não residisse em casa em sua companhia e não mudasse o depoimento. A suspeita é que a mãe dela estava sendo coagida também. Pelo descumprimento da medida preventiva, a juíza determinou a prisão do suspeito na sexta-feira e hoje ele foi preso depois de ser monitorado pela polícia", contou Pedro Santana.
Para o agente, a polícia não tem dúvida que o pai estuprou a própria filha e ele foi indiciado pelo crime. O caso foi encaminhado para o Ministério Público, que ainda não apresentou denúncia.

Fonte: G1PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja mais