terça-feira, 28 de agosto de 2018

Prefeita Neidinha repudia ataques machistas de vereadores da oposição

A prefeita de Guadalupe, Neidinha Lima, fez uma postagem nas redes sociais nesta terça-feira 28/08, para repudiar ataques machistas feitos pelos vereadores de oposição, durante a sessão realizada na noite de segunda-feira 27/08, durante sessão realizada na câmara municipal de Guadalupe.
Prefeita Neidinha Lima

Abaixo confira a nota publicada pela prefeita:

"Amigos, é com muita tristeza, que utilizo esta minha rede social para repudiar veementemente os ataques machistas que sofri dos 3 vereadores de oposição na sessão de ontem (27/08). É inadmissível, que em pleno século XXI tenhamos que conviver com tamanha intransigência, intolerância e preconceito sobre a capacidade de uma mulher ocupar cargos executivos!
O preconceito contra nossa capacidade de governar é uma das práticas políticas mais antigas, e que ainda hoje são utilizadas para nos impedir de participar da vida pública, impedir de exercer nossa cidadania. Essa forma de desqualificar a mulher só contribui para excluir as mulheres dos espaços de poder.
Hoje somos 51,7% de eleitoras brasileiras, entretanto nossa participação na Câmara dos Deputados e no senado não ultrapassa 10%. No Poder Executivo, dentre as 26 capitais brasileiras, apenas uma é governada por mulher. E não é porque as mulheres não se candidatam, é porque, infelizmente ainda existem muitos nesse país com o pensamento arcaico de que lugar de mulher é na cozinha, mas lugar de mulher é aonde ela quiser!
Porém, Guadalupe vive um momento revolucionador, pois em 2016 os guadalupenses elegeram a primeira mulher a governar o seu município, e dentre os 9 vereadores mais votados, 5 foram mulheres, incluindo a presidente da Câmara. No nosso governo, uma boa parte do primeiro escalão é composto por mulheres, porque acreditamos na sua capacidade de gestão. E essa revolução que estamos fazendo, incomoda muito aqueles que compactuam com a velha e tradicional política do patriarcalismo.
Termino minhas palavras dizendo: sou mulher, mas não sou submissa a marido! Esse tempo de submissão passou! Tenho minhas convicções, tenho caráter e tenho pulso firme para tomar minhas decisões com bastante segurança e firmeza, e é assim que estamos conseguindo retornar o progresso em Guadalupe. Fui eleita pelo povo, com a mais expressiva votação da história de Guadalupe (62%), me tornando a primeira prefeita a governar Guadalupe. Portanto, respeitem a força de uma mulher, respeitem a soberania popular! Machistas não passarão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja mais