Francinaldo Publicidades - Guadalupe

Ralos, pratos de plantas, pneus, caixas d’água e reservatórios destampados. É nesses locais que surgem 90% dos focos do Aedes aegypti em Guadalupe. A constatação é da Secretaria Municipal de Saúde, após visitas dos agentes de endemias a imóveis dos bairros da cidade. Os bairros Coqueiro e Cruzeta, apresentam os maiores índices de infestação do mosquito transmissor da dengue, zika e Chikungunya, chegando a 70%.

O Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes Aegypti (LIRAa) revela um índice geral de 5,9%. Isso deixa a cidade em alerta e em alto risco de surto para essas doenças. Para o Ministério da Saúde, o limite deve ser inferior a 1%.
A Prefeitura Municipal de Guadalupe e a Secretaria Municipal de Saúde, através das equipes de Agentes de Endemias, Agentes Comunitário de Saúde das UBS e Vigilância Sanitária, tem feito seu papel de orientação e conscientização de como evitar que o mosquito transmissor de várias doenças possa se proliferar.

Na manhã desta Quarta-feira 29 de Janeiro, o Secretário de Saúde Paulo Rocha, esteve reunido com os enfermeiros da UBS, coordenadores da Estratégia da Saúde da Família, Vigilância Sanitária e Endemias, traçando estratégias preventivas para evitar a infestação e proliferação do mosquito.



A partir desta reunião foi acertado que mais ações além das que já são realizados, serão intensificadas no município e outra reunião envolvendo todas as secretarias e entidades será realizada para traçar novas medidas de proteção.
Vale ressaltar que o principal cuidado com os focos do mosquito da Dengue, deve partir da sociedade com mais cuidados em suas residências e outros estabelecimentos.

Post a Comment

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES FIM

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES

Francinaldo Publicidades - Guadalupe
Francinaldo Publicidades - Guadalupe