MASIGNCLEAN101

Estudos indicam que pico da Covid-19 no Piauí será em setembro, diz FGV


A Fundação Getúlio Vargas (FGV) afirmou nesta segunda-feira (15) que a projeção da curva epidêmica aponta que o pico da pandemia da Covid-19 no Piauí será em setembro. O pesquisador Eduardo Massad apresentou os dados em uma videoconferência com o governador Wellington Dias (PT) e confirmou que a fase atual da doença ainda é de crescimento em todo o estado.

"O inquérito sorológico mostra que a tendência ainda é crescente. A média móvel de incidência de casos, ou seja, casos novos, continua crescendo. O mesmo é observado na média de incidência de óbitos. A projeção da curva epidêmica mostra que o povo será só em setembro", disse.
De acordo com o relatório da FGV, que o distanciamento caiu para 48% em relação aos relatórios anteriores. Também foi constatado que a reprodutibilidade de infecção está em 1,3, significando que está longe do número ideal.
Apesar dos resultados insatisfatórios, a FGV afirmou que o quadro atual, com a ocupação de 62% dos leitos de UTI, permite que seja feito um planejamento mais racional para controlar o distanciamento social.
Segundo o pesquisador, a discussão sobre o relaxamento das medidas pode ser feito, mas com muita cautela. Eduardo Massad explicou que a situação confortável na ocupação de leitos foi possível por conta da precaução das autoridades.
"No entanto, a pandemia poderá durar diversos meses. A incidência calculada a partir do inquérito sorológico é uma função linear crescente", explicou.
Com o aumento no número de casos, o governador Wellington Dias suspendeu a flexibilização de novas atividades. No fim de semana, houve recorde no número de mortos. No sábado, 25 piauienses morreram vítima da Covid-19, o maior número em 24h.
O boletim epidemiológico mais recente da Secretaria de saúde do Piauí (Sesapi) revelou que o estado contabiliza 10.357 casos confirmados, 374 óbitos e 696 altas médicas. Entre as 668 pessoas internadas, 424 estão em leitos clínicos, 233 em UTIs e 11 em leitos de estabilização.



Fonte: G1/PI

Veja Mais

Fique em casa, nós levamos as notícias até você...