Guadalupe está entre os 50 municípios com maior taxa de transmissão do novo coronavírus

50 municípios piauienses, que apresentam uma maior taxa de transmissibilidade do novo coronavírus, vão receber um maior monitoramento da Sec...

MASIGNCLEAN101

Governador descarta bloqueio total, anuncia restrições de sexta a domingo e retomada dia 6

O governador Wellington Dias (PT) anunciou nesta quinta-feira (25) que não irá adotar o bloqueio total (lockdown), como pediu o prefeito Firmino Filho, mas anunciou medidas mais duras para conter a transmissão da covid-19. Wellington Dias anunciou medidas restritivas que entrarão em vigor na sexta, sábado e domingo.

As medidas visam reduzir a transmissão do coronavírus,  o número de ocupação de leitos e de óbitos.
Além de restrição de atividades neste final de semana, o decreto prevê ponto facultativo em serviços estaduais e municipais.
“Estamos determinando nesta sexta, sábado e domingo, nós teremos, da parte do poder público do Estado, e a recomendação também é para os municípios, de ponto facultativo na segunda-feira para que a gente tenha uma colaboração, do próprio poder público”, disse Wellington Dias.
O governador anunciou que o Estado publicará novo decreto ainda nesta quinta-feira (25) informando quais serviços estarão autorizados a funcionar nos próximos três dias. Apenas serviços essenciais, como farmácias, estarão autorizados a funcionar.
Estarão envolvidos no processo de restrição de atividades e circulação de pessoas cerca de 3.200 profissionais entre as áreas de segurança, bombeiros, vigilância sanitária e Polícia Rodoviária Federal (PRF).
As restrições de funcionamento também irão valer na próxima quinta-feira (2), sexta-feira (3), sábado (4) e domingo (5) 

Ponto facultativo

Nesta sexta-feira (26) e nas próximas quinta-feira e sexta-feira, 2 e 3 de julho, será decretado ponto facultativo nos órgãos públicos estaduais e a mesma recomendação para os municípios. Além de maior restrição às atividades essenciais no final de semana.

Volta de setores a partir do dia 6 de julho

O governador confirmou nesta quinta-feira (25) quais setores deverão retomar as atividades na primeira fase do Pacto de Retomada Organizada das Atividades Econômicas (Pro Piauí). Alcançando a redução, no dia 6 de julho fica autorizada a primeira etapa de retomada de atividades. 
“Já ficaram prontos os protocolos para a construção civil, para clínicas na área da saúde, que se somam a aqueles que já foram liberados, e o comércio automotivo”, afirmou.
A previsão do pacto de retomada é que novas fases de flexibilização sejam anunciadas a cada 15 dias. 
“Ao mesmo tempo, a gente ter as condições de anunciar que cada 15 dias, ou seja, 15 depois do dia 6, dia 20 de julho, a gente ter as outras etapas, permitindo que possamos chegar, no mês de agosto, provavelmente à área da educação, a última etapa, mas isso com muita responsabilidade, seguindo os efeitos, como acontece em outros estados”. 
Em entrevista ao Jornal do Piauí nessa quarta-feira (24), Wellington Dias chegou a apontar para julho a reabertura do comércio varejista, indústrias e de igrejas.

Multa para quem não usar máscara

Para coibir a circulação de pessoas sem máscaras, o novo decreto deverá determinar sanções mais rígidas para quem não usar o equipamento de proteção, podendo haver a aplicação de multa.
O governador ainda pretende adotar a política de aplicação de multa para quem não utiliza máscaras em espaços públicos. “As equipes que vão a campo verificaram que muitas pessoas não estão usando máscara, mas esse equipamento de proteção individual protege quem usa e protege o outro também, ou seja, você tem direito à escolha sobre a sua vida, mas não sobre a vida do outro. Portanto, teremos que chegar a esse ponto de aplicar advertência seguido de multa para aqueles que desobedecerem ao decreto”, pontuou Dias.

Fonte: 
Lídia Brito e Valmir Macêdo
redacao@cidadeverde.com

Missa da Páscoa do Senhor. Direto da Igreja Matriz Nossa Senhora de Guadalupe - 04/04/2021

Postagens mais visitadas