Francinaldo Publicidades - Guadalupe

O delegado Francisco Baretta, coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), confirmou no início da noite desta segunda-feira (15), que foi preso em Pedro II o irmão da advogada Izadora Santos Mourão, de 41 anos, morta a golpes de faca no último sábado. Ele é suspeito de matar a advogada.



"O delegado está fazendo as diligências. Ainda está dentro do flagrante, mas de fato o irmão dela foi preso e é o autor", informou o delegado ao Cidadeverde.com. A faca usada no crime foi apreendida. 

O DHPP assumiu o caso e designou o delegado Danúbio Dias e uma equipe de investigadores para desvendar a morte da advogada, que chocou o município de Pedro II.

Mais cedo, ao Cidadeverde.com, Baretta disse que a advogada foi morta com vários golpes de faca na região do pescoço e do peito. Na manhã desta segunda-feira (15), equipes do Instituto de DNA Forense e Instituto de Criminalística, com papiloscopistas e peritos criminais, saíram da Capital com destino a Pedro II. 

A primeira informação divulgada pela Polícia Militar é que a advogada teria sido morta por uma mulher que ela atendeu em casa. Izadora foi encontrada morta em sua residência onde funcionava seu escritório.

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

Post a Comment

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES FIM

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES

Francinaldo Publicidades - Guadalupe
Francinaldo Publicidades - Guadalupe