Francinaldo Publicidades - Guadalupe

Para justificar a sua atitude, o vereador William Faria (PT), de Santa Bárbara do Leste, em Minas Gerais, afirmou que o homem não morreu por conta da doença e sim por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).



O vereador William Faria (PT), de Santa Bárbara do Leste, em Minas Gerais, usou um facão para abrir um caixão lacrado, com o corpo de um homem de 92 anos, que faleceu depois de apresentar os sintomas da a Covid-19. De acordo com o parlamentar, o homem não morreu por conta da doença e sim por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

O vereador também afirmou que o idoso merecia um funeral digno e ao invés de ser sepultado envolvido em plásticos. A informação foi publicada pelo jornal O Estado de Minas. 

A família do idoso disse que ele fez o teste rápido e deu negativo. O resultado do segundo teste ainda não saiu.

De acordo com a Polícia Civil, o atestado de óbito no qual atribuiu a causa da morte à síndrome respiratória e não por Covid-19 foi devido à espera do resultado do exame RT-PCR, que vai determinar se o coronavírus foi a causador da SRAG.


Fonte: www.brasil247.com


Post a Comment

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES FIM

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES

Francinaldo Publicidades - Guadalupe
Francinaldo Publicidades - Guadalupe