Francinaldo Publicidades - Guadalupe

Em relato feito após a morte de Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, os policiais de Goiás que trocaram tiros com o assassino e estuprador disseram ter disparado 125 vezes contra o criminoso nesta segunda-feira (28/6).



Eles contaram que durante a madrugada avistaram, na região de Águas Lindas (GO), Entorno do DF, um homem que teria se embrenhado na mata e, mesmo com o cerco montado, conseguiu transpor o rio. Já com o dia claro, Lázaro foi visto rio abaixo. “Dessa forma, duas equipes se deslocaram aproximadamente por 5 km abaixo da região de onde ele teria sido visto, e se dividiram para subir o rio”, declararam.

Cerca de 1,5 km de caminhada mata adentro, uma das equipes teria visualizado um indivíduo saindo do rio correndo, aparentemente se escondendo de um helicóptero que sobrevoava o local. “Nesse momento, abriu-se um leque de progressão, sendo que quase que de imediato, já nos vimos alvos de diversos disparos de arma de fogo, a princípio sem saber precisar de onde vinham. Após nos abrigarmos, foi possível identificar que de dentro de uma espécie de arbusto bem fechado, era de onde vinham os disparos, incessantemente”, diz o relato.


Fonte: Metrópoles 

Post a Comment

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES FIM

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES

Francinaldo Publicidades - Guadalupe
Francinaldo Publicidades - Guadalupe