Francinaldo Publicidades - Guadalupe

Os professores da rede estadual de ensino do Piauí recusaram a proposta do Governo e decidiram manter a greve. A categoria se reuniu em assembleia geral realizada na manhã desta terça-feira (17) e decidiu recusar a proposta de 10% de reajuste salarial e 4,17% de auxílio alimentação. A greve dos professores chegou ao 23º dia.



A proposta do Governo concede aumento salarial a todas as classes e níveis. O menor salário a ser pago é de R$ 3.845,63 e o maior acima de R$ 7 mil. A proposta também abrange os servidores aposentados, mas não agradou a categoria.

Após a assembleia, a categoria construiu uma contraproposta composta pelo reajuste imediato de 33,24%, retroativo a janeiro e os 17,01% referentes à 2019 e 2020 pagos de forma parcelada até outubro desse ano. Todos os percentuais pagos de forma linear e retroativos a janeiro/22.  A proposta da categoria ainda será analisada pelo Governo.

"Essa proposta deverá ser homologada em projeto de lei pela Assembleia Legislativa do Piauí (ALEPI) e sancionada pelo governo do Estado", disse a presidenta do Sinte-PI, Paulina Almeida. 


Fonte: Piauí hoje

Post a Comment

Grupo Ramos

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES

Francinaldo Publicidades - Guadalupe
Francinaldo Publicidades - Guadalupe