Francinaldo Publicidades - Guadalupe

Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) calcula que o valor do salário mínimo ideal para suprir todas as despesas de um trabalhador de sua família no Brasil deveria ser de R$ 6.394,76, o que equivale a mais de cinco vezes ao atual de R$ 1.212,00. A estimativa do departamento se refere ao mês de março. Em fevereiro, o valor ficou em R$ 6.012,18.


De acordo com o Dieese, esse seria o pagamento mínimo para sustentar uma família de quatro pessoas no mês de março no Brasil, considerando com moradia, transporte, alimentação, saúde, educação, vestuário, higiene, lazer e previdência.

AUMENTO DOS PRODUTOS BÁSICOS
Em março, todas as capitais enfrentarão o aumento para os alimentos na comparação com o mês anterior. A maior alta ocorreu no Rio de Janeiro, com 7,65%. Já a menor, em Salvador, com 1,46%. Quanto ao custo da cesta básica, São Paulo foi a capital com o maior preço: R$ 761,19.

Comparando março2222, com o mesmo mês de 2, o Dieese20 alta nos valores das cestas, sendo que teve a mesma tabela20 valores das cestas, sendo que teve uma série de valores menores, com 11,99%. Campo Grande apresentou a maior: 29,44%.

HORAS TRABALHADAS
O estudo do Dieese também foi trabalhado para que o trabalhador ganhasse ou ganhasse o mínimo atual adquirisse os produtos da cesta básica.

Pelos próximos, em março, seriam exatamente 119 horas, meio mês e fevereiro, uma estimativa era de 114 horas e 11 minutos.

Ao descontar do salário mínimo os 7,5% da Previdência Social, foi selecionado também que o deveria usar 58,57% do seu ganho para adquirir os alimentos da cesta.

Fonte: Folhapress

Post a Comment

Grupo Ramos

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES

Francinaldo Publicidades - Guadalupe
Francinaldo Publicidades - Guadalupe