Francinaldo Publicidades - Guadalupe

O desaparecimento do estudante de direito  Lucas Vinícius Monteiro de Oliveira, de 24 anos, completa um mês nesta terça-feira (24). O caso é investigado pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). O jovem foi visto pela última vez na ponte Juscelino Kubitscheck, na avenida Frei Serafim, em Teresina, segundo a versão da namorada Maria Gabriela Soares.



A namorada relatou à polícia que Lucas Vinicius ultrapassou a barreira de proteção da ponte e caiu nas águas do rio Pot, não sendo mais visto. O Corpo de Bombeiros realizou diversas buscas no rio, mas o corpo do estudante não foi localizado. 

Os pais de Lucas Vinicius moram em São Paulo e vieram a Teresina para acompanhar as buscas. A mãe do rapaz, Ana Monteiro Oliveira, falou à imprensa que um corpo encontrado carbonizado dentro de um pneu nas proximidades do rodoanel de Teresina pode ser o de seu filho.  O corpo é do sexo masculino e aparentemente a vítima tem a idade de Lucas.

Foi realizado coleta do material para realização de exame de DNA com o objeto de identificar se o corpo é ou não o do estudante de direito. Segundo o coordenador do DHPP, Francisco Baretta, o resultado do exame ainda não saiu.

Até o momento não se sabe exatamente o que aconteceu com o Lucas e a versão da namorada é a certa. Os pais da vítima contestam a versão de Maria Gabriela. 

 

 


Post a Comment

Grupo Ramos

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES

Francinaldo Publicidades - Guadalupe
Francinaldo Publicidades - Guadalupe