Francinaldo Publicidades - Guadalupe

O Flamengo é único clube fora da Europa presente no ranking das 50 marcas mais valiosas do futebol, de acordo com estudo anual da consultoria internacional de marcas Brand Finance.



O time carioca aparece na 49ª posição, com sua marca avaliada em 96 milhões de euros (R$ 493 milhões), logo à frente da Fiorentina, da Itália, avaliada em 95 milhões de euros (R$ 488 milhões), e atrás do Benfica, de Portugal, com sua marca estimada em 101 milhões de euros (R$ 519 milhões).

Celtic, da Escócia, 113 milhões de euros (R$ 581 milhões), Ajax, da Holanda, 182 milhões de euros (R$ 936 milhões), além de Benfica e Flamengo são os únicos que não atuam em uma das cinco principais ligas da Europa (Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha e França), de acordo com o coeficiente da Uefa.

O valor atribuído ao Flamengo é quase o dobro do segundo colocado considerando apenas o top 10 entre equipes do Brasil, que tem o Palmeiras atrás do time rubro-negro, estimado em 52 milhões de euros (R$ 267 milhões).

Entre os cinco primeiros na lista brasileira aparecem também Grêmio (R$ 232 milhões), São Paulo (R$ 186 milhões) e Corinthians (R$ 147 milhões).

Segundo o diretor da Brand Finance, Eduardo Chaves, apesar de ter clubes com grande tradição e torcidas numerosas, o Brasil leva desvantagem diante de times europeus por causa do câmbio monetário.

"Quando dolarizamos os valores, os times brasileiros acabam não gerando receita comparada em dólar aos times estrangeiros", diz.

De acordo com o levantamento, os clubes brasileiros "tiveram um desempenho muito forte na pesquisa de fãs de futebol Brand Finance 2022, com os fãs associando-os tanto a fortes métricas futebolísticas (como a presença de craques e disputa por troféus) quanto a importantes atributos de imagem (como reputação, sustentabilidade, inovação)".

O estudo avaliou também a força das marcas. Neste caso, o Flamengo se mantém na liderança na lista de clubes brasileiros, porém o Corinthians aparece em segundo, com Palmeiras, São Paulo e Internacional na sequência.

"O Corinthians é percebido como a segunda marca mais inovadora do Brasil e a 5ª globalmente. Projetos inovadores, como o lançamento de sua plataforma de estádio virtual e o aumento do engajamento dos torcedores, garantem ao clube a associação com inovação", descreve o estudo.

Lista ** O valor da marca é entendido como o benefício econômico líquido que um proprietário de marca obteria ao licenciar a marca no mercado. A força da marca é a eficácia do desempenho de uma marca em medidas intangíveis em relação aos seus concorrentes, como o alcance de ações de marketing, por exemplo.

A definição desses valores é feita por meio dos critérios definidos pela ISO (International Organization for Standardization, em português, Organização Internacional para Padronização), baseados em três pilares: mercado, custo e receita.

Eduardo Chaves afirma, ainda, que as métricas do estudo podem ajudar os clubes a fazer uma gestão profissional de suas marcas. 

"Sabemos que é preciso profissionalizar e tratar as marcas dos clubes de futebol como um ativo estratégico, e é isso que nossa pesquisa faz, mostra os atributos de cada time e mede seu valor para que as marcas esportivas possam ser gerenciadas da mesma forma que as grandes corporações de marcas."

Real Madrid lidera o ranking global como a marca mais valiosa No topo da lista mundial aparece o Real Madrid, com sua marca estimada em 1,5 bilhão de euros (R$ 7,7 bilhões).

O clube de Madri lidera a lista pelo quarto ano consecutivo. "O Real Madrid é agora claramente a marca dominante no negócio global do futebol. Por quatro anos, eles têm sido a marca mais valiosa graças em grande parte ao seu sucesso comercial fora do campo", diz trecho do estudo.

Ainda segundo o relatório, o Real Madrid registrou um aumento de 19% no valor de sua marca em relação ao ano passado impulsionado por uma combinação de força de marca aprimorada além de uma trajetória de receita positiva.

O crescimento representa uma reversão na queda de 10% no valor de marca registrado no ano passado, de acordo com o estudo, devido às incertezas provocadas pela pandemia de Covid-19 e pelo sentimento mais fraco dos fãs devido ao plano fracassado da criação da Superliga Europeia, encabeçada pelo clube.

Na segunda posição da lista aparece o Manchester City como a segunda marca mais valiosa do futebol, avaliada em 1,3 bilhão de euros (R$ 6,6 bilhões), tecnicamente empatado com o Barcelona, o Liverpool e o Manchester United, nesta ordem.

De acordo com o estudo, o crescimento do time de Pep Guardiola pode ser creditado ao bom desempenho em campo, com a conquista da Premier League 2021/22, além de ter sido finalista da Champions League em 2020/2021 e semifinalista na atual edição.

Das dez marcas mais valiosas do futebol mundial, seis são da Inglaterra -Manchester City (2º), Liverpool (4º), Manchester United (5º), Tottenham (8º), Chelsea (9º) e Arsenal (10º).

Fonte: Folhapress

Post a Comment

Grupo Ramos

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES

Francinaldo Publicidades - Guadalupe
Francinaldo Publicidades - Guadalupe