Francinaldo Publicidades - Guadalupe

Na semana em que a cidade de Guadalupe, completa seus 93 anos de emancipação política, a prefeita Neidinha Lima e o vice-prefeito Edivan Miranda, tem realizado a inauguração de importantes obras na área da educação, contribuindo com o desenvolvimento educacional do município e seus munícipes.


Na tarde desta quarta-feira 24/08, foi a vez da Escola Municipal Teresinha Simplício, localizada no bairro Cruzeta, ser entregue com bênçãos do Pe. Pedro Nunes, após uma ampla e moderna reforma para melhor atender os alunos, equipe escolar, Pais e a comunidade.



Atualmente a escola é dirigida por Maria Aparecida e coordenada por Maria Alice Passos, conta com 160 alunos, 12 professores, 6 auxiliares de sala, 3 auxiliares administrativos e 5 serviços gerais. A funciona nos turnos manhã e tarde.

A cerimônia foi prestigiada por membros da comunidade e equipe de profissionais da educação, como a secretária de educação Lorena Antunes, coordenadoras, diretoras, além de secretários e assessores do município.

Veja mais imagens abaixo:
































































Além dos citados acima, também prestigiaram o evento os vereadores Jesse James, Hélvia Almeida, Adão Moura e Luciana Martins e quatro filhas da homenageada a saudosa Teresinha Simplício, que serão lembradas abaixo:

Uma heroína da educação piauiense: A história de Teresinha de Jesus Simplicio Correia

 

Teresinha de Jesus Simplicio Correia, nasceu no dia 23/08/ 1938 e era filha de Luís Simplicio e de Rita Rodrigues Simplicio. 

Na Infância, gostava de brincar de professora com suas bonecas. Estudou no Colégio das Irmã e terminou o Ensino Médio no Colégio Leão XIII. 

Realizou o seu magistério no Instituto de Educação Antonino Freire e sempre foi dedicada aos estudos. 

Foi aprovada num concurso para professora em Brasília, e por isso, se mudou para lá, onde constituiu família e, após ter ficado viúva, voltou ao Piauí. 

Iniciou sua trajetória como professora ao ser convidada para morar com seu tio Everton em Guadalupe. 

Atuou em Guadalupe Velha na Unidade Escolar João Pinheiro, onde trabalhava nos três turnos (manhã, tarde e noite).

Morando em Guadalupe, conheceu José Alves Correia Filho, se casou e teve dois filhos. 

Com a transferência da Cidade de Guadalupe Velha para a Guadalupe Nova, morou na Cruzeta e seguiu atuando como professora.

Teve mais quatro filhas, totalizando sete. Um homem e seis mulheres. 

Depois, foi morar na Vila Parnaíba, quadra 2 e casa 10. 

Dedicou todos os seus anos a sua família e profissão. 

No dia 4 de dezembro de 1974, realizou uma cirurgia de laqueadura, para não ter mais filhos. No dia, passou por algumas complicações e faleceu. 

Teresinha, mesmo nos deixando tão jovem, aos 36 anos, permitiu que um grande legado fosse deixado. 

Até hoje, seus alunos e alunas e colegas de profissão reconhecem o valor de seu trabalho, agradecendo quando encontram suas filhas, que pouco puderam conhecer sua mãe, mas que sabem da sua importância para a cidade.

Toda a família de Teresinha agradece a homenagem, e compõe esse texto com muito orgulho. 

 

Hoje, filhas e até netos seguem o exercício e amor à docência. 

 

Esse é o legado de uma grande educadora nordestina.


Atenciosamente,

Elizabeth Simplicio Corrêia, Rejane Maria Simplicio Correia, Regina Maria Simplício Correia Oliveira, Paula Francinete Simplicio Correia Santana, Josete Maria Simplicio Corrêia da Silva e Roselina Maria Rodrigues Simplicio (filhas, responsáveis pela escrita desse texto), com agradecimentos especiais a:

Ana Amélia Correia Dias (Cunhada)

Maria do Socorro Rodrigues Simplicio (irmã) Que nos forneceram as informações acima. 

José Luiz Simplicio Correia (em memória) 

 

Teresina, 21 de agosto de 2022.


Post a Comment

Grupo Ramos

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES

Francinaldo Publicidades - Guadalupe
Francinaldo Publicidades - Guadalupe