Francinaldo Publicidades - Guadalupe

Uma família de Imbaú (a 205 quilômetros de Maringá) passou por uma situação que aumentou o sofrimento que já estavam enfrentando. Os pais de um bebê que nasceu sem vida encontraram serragem no caixão onde deveria estar o corpo da criança, minutos antes do sepultamento. O caso aconteceu no sábado (30/07). As informações são do GMC Online.



Segundo informações divulgadas pelo portal ND+, o casal de Imbaú aguardava pela chegada da pequena Helena. No entanto, por causa de um problema na 24ª semana de gestação, a criança morreu enquanto ainda estava na barriga da mãe.


O bebê natimorto, então, precisou ser retirado em um hospital particular de Ponta Grossa, e por já estar formado, deveria ser sepultado pela própria família. 


A família recebeu um pequeno caixão branco e o levou até Imbaú, onde a criança seria sepultada. 


Antes da cerimônia, porém, os pais da criança optaram por colocar uma roupa na bebê. Ao abrirem o caixão, descobriram que, em vez do corpo da filha, o local guardava apenas serragem. 


“A dor de enterrar um filho já é enorme. A gente aqui esperando a Helena chegar, para enterrar um filho. Uma dor enorme. Abrimos o caixão e só tinha serragem. Não desejo essa dor para pai nenhum”, disse Eduardo Jangada, o pai de Helena.


Os familiares da criança voltaram ao hospital em Ponta Grossa e encontraram o corpo da menina no necrotério. 


Mesmo sem saber quem cometeu o erro, os pais levaram o corpo da bebê até Imbaú e conseguiram sepultá-la.


Post a Comment

Grupo Ramos

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES

Francinaldo Publicidades - Guadalupe
Francinaldo Publicidades - Guadalupe