Francinaldo Publicidades - Guadalupe

Se a proposta for aprovada pelo Congresso, salário de ministro passa de R$ 39,6 mil para R$ 46,3 mil

O Supremo Tribunal Federal aprovou, por unanimidade, nesta 4ª feira (10.ago), a proposta de reajuste salarial de 18% à magistratura, servidores do judiciário, e os próprios integrantes da Corte. O tema foi analisado em votação virtual, na 2ª Sessão Administrativa de 2022. O projeto será enviado ao Congresso, a quem caberá aprová-lo ou não.


 

Atualmente um ministro do STF recebe R$ 39.293,32, que é o teto do funcionalismo público. Aplicado o reajuste de 18%, que será feito em quatro parcelas, começando em abril de 2023 e terminando em julho de 2024, o teto será, ao fim, de R$ 46,3 mil. A medida permite também elevar os salários de outros servidores do judiciário.

O STF justificou que as propostas submetidas à análise do colegiado foram apresentadas ao Supremo em patamares maiores, pelas associações de magistrados e de servidores, e que foram reduzidas para 18%, de forma parcelada.


Fonte: SBTNEWS

Post a Comment

Grupo Ramos

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES

Francinaldo Publicidades - Guadalupe
Francinaldo Publicidades - Guadalupe