Francinaldo Publicidades - Guadalupe

Durante a Sessão realizada na noite desta segunda-feira 08/08, na Câmara Municipal de Guadalupe, o presidente da casa vereador Jesse James, apresentou os projetos de Lei, com os nomes das pessoas que serão homenageados com o Título de Cidadania Guadalupense, no próximo dia 25 de agosto, durante a sessão do aniversário da cidade. São pessoas que direta ou indiretamente tem representatividade e trabalhos desenvolvidos no município.



Projeto de Lei nº. 03/2022

Concede Título de Cidadania Guadalupense ao Sr. Padre Pedro Nunes de Almeida.

JUSTIFICATIVA:

Pedro Nunes de Almeida, nascido a 27/03/58 em Floriano. Filho de Raimundo Nunes de Almeida e de Maria Rosa Osório de Almeida. Começou sua trajetória na Igreja como seminarista menor na Cidade de Oeiras, acompanhado pós Dom Edilberto Dinkelborg e Padre David Ângelo Leal, tendo sido enviado por Padre Augusto Alves da Rocha, hoje bispo emérito de Floriano.

Os três primeiros anos de Seminário Maior foram realizados no Seminário Regional de Fortaleza, de lá enviado para o Rio de Janeiro por recomendação do Padre Manfredo Araújo de Oliveira e acolhido no Rio de Janeiro por Padre Djalma Rodrigues de Andrade. Concluído no Rio de Janeiro na PUC Rio, ordenado sacerdote por Dom Edilberto em 06/02/83.

Em 84 voltei para o Rio de Janeiro onde foi dado continuidade ao estudo da Teologia, onde concluiu com sucesso o curso de mestrado em Teologia enfocado na questão do método em Cristologia. Depois de sete anos como pároco do Morro do Alemão, tendo estudo por sete anos a língua alemã, com a ajuda de amigos e da Diocese de Limburg foi feito um tempo de experiência na Alemanha nos anos de 90 e 91, onde foi feito um longo seminário sobre um exegeta alemão chamado Martim Hengel.

Foi uma experiência maravilhosa. Voltei para o Rio de Janeiro onde fiquei até 15/12/21. Com a licença do Cardeal Dom Orani João Tempesta e a aprovação de Dom Edivalter Andrade pode retornar a sua terra, onde exerce a função de administrador paroquial desde 31/01/2021.

Com alegria registro por este pequeno relato alguns fatos marcantes de minha vida sacerdotal. Identificado tão profundamente com Guadalupe, mesmo sentindo falta do Rio Janeiro, mas sem grandes saudades. Estou aqui por inteiro pra realizar a missão de ser sinal do amor e da misericórdia para muitos irmãos.

Projeto de Lei nº. 04/2022

Concede Título de Cidadania Guadalupense ao Sr. Francisco Vitorino Silva.

JUSTIFICATIVA:

Francisco Vitorino Silva, conhecido especialmente como galego da pesca chegou a este município em 07/02/1991 com a profissão de pescador profissional artesanal.

Exerceu a atividade até o ano de 2002 como pescador profissional artesanal em 2002 eu fui promovido a presidente da colônia de pescadores Z19 de Guadalupe. Naquela época quando entrou a entidade só possuía o CNPJ atrasado na Receita Federal. Então seu primeiro passo à frente da entidade foi legalizar e atualizar os dados do CNPJ na Receita.

No mesmo ano começou os trabalhos de organizar e registrar a documentação dos pescadores no RGP (Registro Geral da Pesca). Fazendo esse trabalho com pescadores locais e região. A partir daquele ano começava uma nova fase na pesca de Guadalupe com todos os direitos garantidos na Constituição Federal para os segurados especiais da pesca.

Foi um trabalho com pontos positivos e expressivos na alimentação dos consumidores de pescado e aquecendo bastante a economia do município. Foi candidato a vereador em 2012 como militante e representante da pesca artesanal a pedido dos pescadores artesanais de Guadalupe e região.

É fundador do Sindicato dos Pescadores(as) Artesanais de Guadalupe e região. E hoje exerce um trabalho de muita necessidade e precisão na cidade. Tem Trabalhando no rumo certo para ajudar aqueles que mais precisam e está disposto a fazer muito mais. Tem 30 (trinta) anos de domicilio residencial e eleitoral em Guadalupe dos quais são 20 (vinte) dedicados a representação de nossos queridos pescadores com muito orgulho por oferecer a comunidade pesqueira o que eles mais precisam, o trabalho e a dedicação.

 

Projeto de Lei nº. 05/2022

Concede Título de Cidadania Guadalupense ao Sr. Francisco Mendes Costa.

JUSTIFICATIVA:

Francisco Mendes Costa natural da vida de União-PI nasceu dia 07/07/1958. Chegou em Guadalupe em fevereiro de 1986, logo, em seguida, em outubro casou-se com Maria da felicidade conhecida como Dade e foram morar no Bairro Cruzeta, tiveram a primeira filha em 1987 Aline Mendes e em 1990 a segunda filha Letícia Mendes.

Sr. Mendes como é conhecido sempre trabalhou na polícia militar sendo sempre honesto e comprometido com seu trabalho e com a sociedade se formou em cabo da policia Militar no ano de 2006 e se aposentou no ano de 2012.


Post a Comment

Grupo Ramos

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES

Francinaldo Publicidades - Guadalupe
Francinaldo Publicidades - Guadalupe