Francinaldo Publicidades - Guadalupe

Juniel Assis Paes Landim afirmou à polícia, durante depoimento, que recebeu a proposta de R$ 5 mil, mas ganhou R$ 1 mil, para matar João Rodrigues Dias Neto, marido da secretária de Assistência Social de São Raimundo Nonato. A ordem, segundo o suspeito, era executar a vítima na frente das filhas.


O suspeito foi preso na tarde de quinta-feira (15) no município de São Lourenço, interior do Piauí. O suspeito, que já teve a prisão preventiva decretada, apontou duas pessoas como autores intelectuais do homicídio.

De acordo com a polícia, a arma de fogo usada no crime foi apreendida. O delegado geral da Polícia Civil, Luccy Keiko, relatou nesta sexta-feira (16), durante entrevista à imprensa, que o objetivo agora é prender os autores que contrataram o pistoleiro para executar o marido da secretária. 

O delegado Marcelo Leal, da Gerência de Policiamento do Interior (GPI), também falou sobre o caso e citou que a exigência dos contratantes era que a vítima fosse morta na frente das duas filhas. 

"Ele teria sido contratado por pessoas daquela maneira na frente das filhas da vítima. É uma exigência porque tem relação com o fato anterior [acidente de trânsito]. Essa exigência foi feita por quem contratou para que essas crianças sentissem a mesma dor que quem contratou sentiu quando perdeu seu ente querido", disse.

Ainda de acordo com o delegado, foi instaurado um procedimento policial que concluiu que João Rodrigues não teve culpa do acidente que matou um homem em julho deste ano.

João Rodrigues foi morto em frente às duas filhas (assista ao vídeo abaixo) quando as buscava em uma escola no centro de São Raimundo Nonato, na última terça-feira (13). As imagens mostram um homem que caminha em direção ao marido da secretária - que estava em uma motocicleta - e efetua vários disparos de arma de fogo.

Após ser atingido pelos disparos, a vítima caiu da moto e o criminoso fugiu correndo. As duas crianças presenciaram toda a ação. A suspeita, inicialmente da polícia, era que o crime foi motivado por vingança, isso porque Juniel foi contratado para matar a vítima que se envolveu em um acidente de trânsito que resultou na morte de um homem.



FONTE: A10+

Post a Comment

Grupo Ramos

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES

Francinaldo Publicidades - Guadalupe
Francinaldo Publicidades - Guadalupe