Francinaldo Publicidades - Guadalupe

Com a união de nove partidos, o PT acaba de eleger o ex-secretário Estadual de Fazenda, Rafael Tajra Fonteles, 37 anos, o novo governador do Piauí. 

Com 85% das urnas apuradas, o petista já contabiliza mais de 940 mil (56%) votos contra 682 mil votos (42%) do candidato da União Brasil, Sílvio Mendes. Com a vitória de Rafael Fonteles, o Partido dos Trabalhadores mantém uma hegemonia de 19 anos no poder. 



Filho de um dos fundadores do PT no estado, Fonteles teve como aliado o ex-governador Wellington Dias (PT), eleito em quatro mandados, e com apoio do ex-presidente Lula.   

Na campanha, o desafio foi tornar Rafael conhecido no estado. Mesmo com a determinação nacional de ser o presidente do Comitê dos Secretários Nacional 27 Estados, por dois anos desconhecidos, Rafael no Piauí. A campanha focou na rede social, o corpo a corpo na rua e o programa eleitoral na TV e Rádio. Outra missão da campanha foi atrelar Rafael a imagem do ex-presidente Lula. 

Rafael Fonteles já garantiu que na reta final da campanha cerca de 80% da população piauiense tinha conhecimento de que ele é o candidato de Lula.

O principal aliado do petista foi o ex-prefeito de Teresina, Sívio Mendes (União Brasil). O grupo oposicionista teve como aliado o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira. A chapa de Sílvio tem como vice a ex-mulher de Ciro Nogueira, Iracema Portela (Progresistas).  

Rafael Fonteles nunca disputou carga eletiva e tem experiência na iniciativa privada. É bacharel em Matemática pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), curso concluído aos 19 anos.

É Mestre em Matemática pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA-RJ), conclusão aos 21 anos. Premiado nas Olimpíadas Internacionais de Química (2002), Física (2002) e Matemática (2004) na Holanda, Indonésia e Macedônia, respectivamente.

Foi professor de Matemática do Instituto Dom Barreto. Foi o secretário estadual da Fazenda do Piauí de janeiro de 2015 a 31 de março de 2022, e coordenador do PRO-Piauí, o maior programa de investimentos do governo estadual, movimentando mais de R$ 4 bilhões.

A candidatura de Rafael Fonteles uniu a ala governista com apoio do PCdoB, PV, MDB, PSD, Solidariedade, PSB, Pros e Agir. 
Ao ser, eleito e combate a qualidade pública, as escolas apontadas para o tempo integral e melhorar o serviço público.  

No Piauí, disputaram nove candidaturas. Dois registros foram cassados, o da Gessy Lima (PSC) e Lourdes Melo (PCO) e houve a resistência da candidatura do coronel Diego Melo (PL). Foram mantidas as candidaturas de Geraldo Carvalho (PSTU), Gustavo Henrique (Patriota), Ravenna Castro (PMN) e Madalena Nunes (Psol). 

 

Aguarde mais informações

Flash Yala Sena

yalasena@cidadeverde.com 

Post a Comment

Grupo Ramos

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES

Francinaldo Publicidades - Guadalupe
Francinaldo Publicidades - Guadalupe