Francinaldo Publicidades - Guadalupe

O ex-ator e assassino da atriz Daniella Perez, Guilherme de Pádua, morreu no início da noite deste domingo (06) aos 53 anos. Atual pastor da igreja Batista, Guilherme morreu vítima de um infarto, em Belo Horizonte. A informação foi confirmada em uma live feita pelo pastor Márcio Valadão, da Igreja Batista da Lagoinha.



Guilherme de Pádua nasceu em Belo Horizonte (MG), mas mudou para o Rio de Janeiro no final dos anos 1980. A mudança foi com o objetivo de tentar uma carreira no meio artístico. Há cinco anos, o ex-ator se tornou pastor da Igreja Batista da Lagoinha, em sua cidade natal.

O crime que chocou o Brasil

No dia 28 de dezembro de 1992, Daniella Perez, protagonista da novela “Corpo e Alma”, exibida pela Rede Globo, foi brutalmente assassinada por seu colega de trabalho e então par romântico na ficção, Guilherme de Pádua. O rapaz contou com o auxílio de sua esposa, Paula Thomaz, na execução do crime. Guilherme de Pádua assassinou Daniella Perez com inúmeras facadas, sendo 12 somente no coração.

Em 15 de janeiro de 1997, Guilherme de Pádua foi condenado a dezenove anos de reclusão, dos quais já havia cumprido quatro. Apesar de recorrer da sentença, sua pena foi mantida.

O julgamento de Paula Thomaz aconteceu em 16 de maio de 1997, sendo condenada em dezoito anos e seis meses de reclusão pela coautoria no assassinato de Daniella. Apesar de sua pena-base ter sido a mesma de Guilherme, houve redução de seis meses pelo fato da ré constar com menos de 21 anos na data do fato.

Não obstante, a votação do júri foi bem dividida, de modo que 4 votaram na condenação e 3 na absolvição. Ao recorrer da decisão, sua pena ficou em 15 anos.

Em 1999, após 7 anos de cumprimento de pena, ambos deixaram o cárcere.


Fonte: A10MAIS

Post a Comment

Grupo Ramos

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES

Francinaldo Publicidades - Guadalupe
Francinaldo Publicidades - Guadalupe