Francinaldo Publicidades - Guadalupe

A Polícia Civil do Piauí confirmou ao Cidadeverde.com no final da tarde desta segunda-feira (23) que a aeronave que caiu na cidade Juara, em Mato Grosso, é a mesma que foi roubada em Teresina no dia 14 de janeiro, no Clube do Ultraleve. O avião, modelo Cesnna 206, avaliado em R$ 2 milhões, pertence ao médico Jacinto Lay. 



A Secretaria de Segurança Pública vai emitir uma nota confirmando a localização da aeronave e passando maiores detalhes sobre o trabalho investigativo. 

Ao Cidadeverde.com, o secretário de Segurança Chico Lucas, antecipou que uma equipe do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), composta por dois delegados e peritos, está em Mato Grosso para fazer os levantamentos do caso. Os policiais atuaram na checagem do chassi e outros detalhes da aeronave, que teria sido adulterada pelos criminosos. 

“A equipe saiu de Teresina pela manhã e já está na região para verificar os indícios e saber o grau de envolvimento, para casar com as investigações daqui”, disse o secretário.

 360 litros de combustíveis apreendidos

Ao Cidadeverde.com , a Polícia Civil do Mato Grosso informou que a aeronave tem o mesmo prefixo localizado no diário de bordo e na placa de identificação do avião roubado do médico Jacinto Lay. Os dois tripulantes fugiram, mas outros três foram presos com  seis tambores de gasolina para avião, totalizando aproximadamente 360 litros de combustíveis.

"Durante as diligências na região em que a aeronave caiu, os policiais constataram que o avião foi pintado recentemente, assim como colados alguns adesivos. Em checagem na plaqueta de identificação da aeronave, foi identificado que era divergente da que estava no avião. No interior da aeronave foram apreendidos dois GPSs, um rádio HT, um diário de bordo e uma pasta contendo manuais e carta de rota", informou a Polícia Civil do Mato Grosso.

A aeronave caiu no Mato Grosso após realizar um pouso de emergência na  região de Itapaiuna, no município de Juara. Os dois tripulantes aparentavam ser bolivianos e fugiram do local. Um deles apresentava aparentes lesões na cabeça e na perna, porém negou socorro médico. A vítima que não estava lesionada colocou uma mochila nas costas e saiu a pé, entrando na região de mata.

"A vítima ferida  disse que precisava de um lugar com internet e pegou uma carona, mas no meio do caminho apresentou bastante nervosismo e pediu para descer na estrada, entrando em uma região de pasto com mata nos fundos", informou a Polícia Civil de Mato Grosso que investiga também se o avião estava na região para fins ilícitos, como tráfico de drogas.

Os três suspeitos presos foram localizados durante diligências na região de mata para localizar os tripulantes. Eles estavam em uma camionete Amarok com mochilas com objetos pessoais, celulares, além de seis tambores de gasolina para avião, totalizando aproximadamente 360 litros de combustíveis. 

O trio foi encaminhado para a delegacia Juara. 


Fonte: Cidadeverde.com

Post a Comment

Grupo Ramos

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

CLIQUE NA IMAGEM E SAÍBA MAIS

clique na imagem e você será direcionado para nosso instagram