Francinaldo Publicidades - Guadalupe

A ex-governadora Regina Sousa (PT), nova secretária de Assistência Social do Piauí, afirmou que fará uma varredura no cadastro único do Bolsa Família para impedir que pessoas fora do perfil recebam o benefício. 



Segundo Regina Sousa, o Auxílio Brasil, implementado pelo governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) bagunçou o Cadastro Único, usado pelo Bolsa Família. 

“O que bagunçou o cadastro único foi o auxílio emergencial. Entrou muita gente que não tinha nada a ver, que não tinha realmente a necessidade. A prova é que 79 mil militares estavam cadastrados. Quando entra no programa, ele estava no cadastro, a Sasc tem esse cuidado de fazer sempre essa atualização. Às vezes a pessoa entra só para ter um auxílio de natalidade, mas não tem a faixa de renda e aí ele entra”, avaliou. 

Regina Sousa informou que a Sasc vai fazer um estudo de perfil para avaliar os beneficiários do programa e fazer a atualização do Cadastro Único, tema que tem sido defendido pelo ministro Wellington Dias (PT), do Desenvolvimento Social. 

“Não vai tirar todo mundo, não. Vamos fazer essa limpeza, seguindo o que o ministério orientar. Não precisa ninguém se apavorar. Então, será um estudo do perfil do cadastro”, declarou.

Piauí será prioridade, diz Wellington Dias

Ao tomar posse como ministro de Desenvolvimento Social, Wellington Dias afirmou que a missão é tirar o Brasil do mapa da pobreza. Entre as primeiras ações será a atualização do cadastro do Bolsa Família e adotar um busca ativa para identificar quem está fora do benefício, mesmo tendo o perfil para receber o programa. 

 


Paula Sampaio 
redacao@cidadeverde.com

Post a Comment

Grupo Ramos

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

CLIQUE NA IMAGEM E SAÍBA MAIS

clique na imagem e você será direcionado para nosso instagram