Francinaldo Publicidades - Guadalupe

A Secretaria de Segurança do Piauí em coletiva de imprensa relatou na manhã desta quinta-feira (19/01), detalhes a respeito da localização e prisão do foragido da justiça piauiense, Marcos Vitor Aguiar Dantas na cidade de Mar del Plata, Argentina.

Marcos Vitor, então estudante de medicina, foi indiciado e condenado em processo criminal da comarca de Teresina por estupro de vulnerável. A investigação foi presidida pela DPCA – Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente, que identificou as vítimas, colheu os elementos informativos necessários e representou pela prisão do investigado. 

Foram realizadas uma série de diligências de campo e em ambiente cibernético – com suporte dos DPCs Anchiêta Nery e Yan Brayner - que resultaram na  
localização, confirmação de identidade e prisão do investigado. 

O delegado Matheus Zanatta durante a coletiva de imprensa informou que o estudante estava morando de forma ilegal na Argentina e contou com o apoio da Polícia Federal argentina para pender.

"Foi expedido um mandado de prisão contra esse indivíduo que estava foragido. Nós recebemos informações através das redes sociais de que ele estaria na Argentina, e começamos a fazer o levantamento de campo com colaboração da Polícia Federal da Argentina e conseguimos efetuar a prisão desse indivíduo de alta periculosidade, que estava se escondendo da Justiça brasileira. Ele estava no país de forma ilegal," disse o delegado Zanatta.

O delegado explicou ainda como funciona o processo de extradição "Para ele vir para o Brasil, é pelo processo de extradição. No entanto, como Brasil e Argentina fazem parte do Mercosul, esse processo pode se tornar menos burocrático. O fato é que quem vai fazer o traslado dele é a Polícia Federal”, informou o Matheus Zanatta. 

Durante pouco mais de um ano, a Polícia Civil vinha realizando diligências de forma contínua com objetivo de cumprir o mandado de prisão expedido pelo Poder Judiciário. 

Diante de novas informações de que Marcos Vitor estaria residindo na cidade de Buenos Aires, apresentando-se com nova identidade, houve redirecionamento dos esforços coordenados pelo DPC Matheus Zanatta.

A Polícia Civil do Piauí manifesta sinceros agradecimentos às representações brasileira e argentina da Interpol, ao “Cuerpo de Investigaciones Judiciales (CIJ) del Ministerio Público Fiscal de la Ciudad Autónoma de Buenos Aires” e à Polícia Federal Argentina pelo apoio irrestrito e diligente durante as ações policiais realizadas. 

FONTE: 180GRAUS

Post a Comment

Grupo Ramos

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

PUBLICIDADES

Francinaldo Publicidades - Guadalupe

CLIQUE NA IMAGEM E SAÍBA MAIS

clique na imagem e você será direcionado para nosso instagram